O rock no Brasil e seus adeptos

A música sempre foi uma expressão da identidade nacional, e o Rock tem sido uma grande parte do cenário musical brasileiro desde os anos 50 do século XX.

A grande maioria dos artistas de renome deste cenário ainda estão produzindo novos álbuns e se reinventando a cada poucos anos, dando um senso de continuidade em seu trabalho que poucos países possuem.

Durante os anos 50 e 60, com o crescendo das ondas do Iê iê iê, geradas pelos Beatles e o Rei do Rock, Elvis Presley, surgem no Brasil os primeiros grandes nomes do rock nacional, como Roberto Carlos, Erasmo Carlos, Tim Maia e Jorge Ben. A Jovem Guarda é a base sobre a qual muitas partes da cultura musical nacional se constrói – seja para contrariá-la ou dar continuidade – e é parte da cultura nacional.

Grande parte destes artistas mais tarde se envolve em movimentos políticos e se tornam ativistas nas décadas seguintes, demonstrando que o rock brasileiro sempre foi uma força transformadora na sociedade.

Nos anos 70, o Brasil se vê no regime militar, e neste momento, os artistas engajados na causa de liberdade e democracia foram caçados como criminosos, sendo exilados, presos, ou tendo que trabalhar sob constante vigilância da censura governamental, criando hinos de esperança e apoio aos movimentos antiditatoriais, e fazendo parte não apenas do cenário musical, mas também da literatura e artes nacionais do período. Até hoje, álbuns da chamada Tropicália brasileira, representadas por artistas como Caetano Veloso e Gilberto Gil, são estudados em escolas como representação da poesia desta época atribulada.

É nessa década que vemos também o surgimento de grandes nomes como Rita Lee e Raul Seixas – pilares da cultura do rock nacional.

Na década de 80, o Brasil se vê inundado por um rock mais jovem, contra o sistema, e com influências fortemente políticas em suas opiniões. Bandas como Aborto Elétrico, Capital Inicial, Legião Urbana, Barão Vermelho e Paralamas do Sucesso são expoentes desta época, e ainda cultuadas até os dias de hoje, demonstrando sua influência permanente no cenário musical brasileiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *