A evolução do rock e seus ritmos

Desde o surgimento do Rock no final dos anos 40 do século XX, este gênero musical sofre diversas mudanças e evoluiu de maneira constante, gerando dezenas de diferentes vertentes e subvertentes de suas raízes originais.

A cada década, no entanto, alguns subgêneros se destacaram mais do que os outros, e as bandas que se tornaram famosas por eles tornaram-se clássicas e continuam tocando em rádios e playlists ainda hoje em dia.

Ao anos 50 e 60 trouxe o Pop Rock, cujos maiores nomes são Elvis Presley e The Beatles – ouvido e reverenciados até os dias de hoje.

Os anos 60 viram o surgimento do Heavy Metal – este subgênero foi reinventado e ainda é cultuado por milhões de fãs. Algumas das principais bandas desse subgênero ainda existem, e seus membros ainda são influências no mundo da música. Alguns exemplos desse subgênero são Judas Priest, Iron Maiden e Led Zeppelin. Além disso, nessa década também começam o Rock Progressivo, com seus longos solos de guitarra e a Surf Music, voltada para a Califórnia dos anos 60, fazendo conjunto com o movimento Hippie que floresceria nas próximas décadas.

Nos anos 70 surge o Punk Rock, com sua pregação contra o sistema, e músicas com letras que criticavam duramente a sociedade em que existem, levando em consideração a situação política do mundo dentro de sua arte. De todos os movimentos, o Punk ainda é um dos mais fortes, transcendendo o papel de subgênero do Rock, e tornando-se em muitos casos um estilo de vida. Ramones, Sex Pistols e The Clash são nomes impossíveis de se esquecer para qualquer pessoa que goste de música, independente de ser fã de Punk Rock ou não.

Os anos 80 e 90 veem um levante do Grunge e Rock Alternativo, bem como experimentação de mistura de gêneros como Rap Rock – é nessa época que aparecem as bandas como Metallica e Guns’n’Roses, conhecidas até hoje e ainda em atividade, mesmo que com mudanças em suas formações.

O Rock tem uma história rica e entrelaçada com as mudanças sociais, e é claramente um ritmo que jamais será esquecido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *